14/02/2011

Negócio próprio: como abrir o seu



Quase todo mundo deseja montar seu próprio negócio, mas pouca gente sabe que ele exige muito mais trabalho e empenho pessoal do que se exige num emprego tradicinal. E ainda não tem segurança, nem feriado, nem décimo terceiro, férias, etc. O glamour de abrir sua própria empresa às vezes cega o sujeito que não enxerga as dificuldades que pode enfrentar. Por isso, se você quer realmente trabalhar por conta, primeiro descubra algo que lhe satisfaça para fazer, e nunca estime altos lucros. Tome sempre a conta do "1 para 10", o que significa, se você viu a hipótese de ganhar 10 mil por mês (por exemplo), considere que pode levar dois anos ganhando somente 1 mil por mês. Isto porque às vezes a sua empresa vai depender do empenho de terceiros que nem sempre correspondem ao esperado. É o caso de indústrias que dependem de vendedores ou representantes. Não adianta fabricar 100 mil peças de um produto se os seus vendedores não conseguem vender mais do que 10 mil peças. Então, antes de se atirar de cabeça, pondere muito a situação, faça pesquisa, faça projeto e evite agir por impulso. E boa sorte!


0 comentários: